16 de nov de 2010

RENASCER...

JESUS E NOSSA SENHORA


 “É preciso saber que aqui temos um roteiro de nossas vidas. Filhos, ensinei a vocês o conhecimento que temos de uma bagagem quando em nossas passagens aqui na Terra, bagagem esta que não lhes dá o direito de errar em seus caminhos espirituais. Sinto dizer a vocês que não é tão fácil uma conduta doutrinária sem erros. Sempre lhes falei que a conduta doutrinária é o caminho para a sua Hierarquia Transcendental!”

Tia Neiva – Circular n.º 2/83 – de 14/01/1983
"Meu filho Jaguar!A tua história rica, é de nobreza, de gestos altos, de ação heróica e brilhante, de grande esplendor.O tempo mudou a vida, filho. Procura atualizar os teus pensamentos, para criar e desenvolver aquilo que a noite nos mostrou.Custei a entender os homens desta tribo e, à beira do abismo, consegui esconder as suas armas que, até então, estavam viradas contra seus próprios irmãos.Logo armei-me contra mim mesma, e pelo caminho de Jesus, estas armas vão se transformando em amor e tolerância."Tia Neiva"

NA FORÇA ABSOLUTA...

“Na força absoluta deste Universo há lírios que se decantam em cada canto e, como se ouvissem Deus, num amor absoluto, desabrocham e começam a vibrar, alimentando os olhares, curando na Impregnação de seu lugar. O seu aroma se esvai aos demais e a brancura, no verde lodo, o faz mais perfeito, mais lindo, chegando, mesmo, a quem o colhe se perfumar. E o lodo é deixado, porque nele outros lírios nascerão!… Por que não faz o Homem como o lírio, simplificando a vida, amando e se fazendo saudade por onde passa? Sim, meus filhos, pois as dificuldades da vida não são pelas intempéries do tempo, nem tão pouco pelos amores que se avizinham. Não são pelos nossos conflitos, e, sim, pela vã tolerância, pela incapacidade de poder assimilar a diferença entre o Bem e o Mal; a falta de consideração em não se encontrar consigo mesmo; saber com quem deverá viver, como viver; enfim, ser honesto consigo mesmo para clarear a sua estrada sem se debater, incomodando os demais, fazendo dos seus familiares um rosário de dor!”

Tia Neiva

por não compreendermos...

Em nossas cegueiras amaldiçoamos às vezes, as nossas vidas, por não compreender o que fomos e o que nos espera. Nos desequilíbrios dos nossos obscuros raciocínios, habituamos a proceder de maneira irracional com a gente mesmo, chegando mesmo a ultrapassar as barreiras dos nossos destinos de nossas cores auréolas cujas vidas se tornam dolorosas, e por todos os pontos da Terra o clamor, e quando chega o término da grande viagem desembarcamos sem uma única coberta que possa cobrir no longo frio do último porto, e, em vez lhe resta o que deixou ouro e prata, e consigo leva a tua última herança que é o conflito da desarmonia interior. É fácil presumir o que nos resta e até onde podemos ir, e a nossa capacidade pode chegar. Todos nós conhecemos a linha divisória entre o visível e o invisível, entre o objetivo e o subjetivo entre o sonho e a realidade, se assim pensarmos talvez, que as nossas vidas não sejam tão alucinantes e nos dá trégua a um conhecimento profundo e honesto com a gente mesmo, então antes, muitos antes do desembarque já estaremos livre para receber nossos amigos e também os que se dizem nossos inimigos. Salve Deus! Tia Neiva.

SAIBA SER FELIZ

Saber ser feliz
é preciso não pensar na idade mas vive-la;
Saber ser feliz
é preciso antes de tudo
encontrar a paciência
suprir a necessidade da mente
em busca do dia-a-dia
na consciência de entender
que um dia você pode lutar para vencer
mesmo que antes já tivesse sido derrotado
mas sem nunca perder as esperanças.
Porque o comodismo é a injustiça da liberdade
que provoca o transtorno do Erro
e o desamor a condição de caminhar pela paz.
E a vida é todo espaço de tempo
que temos para pensar
no momento em que estamos consciente
do que fazemos em benefício do amanhã.