15 de fev de 2012

REENCARNAÇÃO






B- Nicodemos (Reencarnação)


O Concílio de Trento que se deu 1545 definiu a ideologia dos dogmas da Igreja Católica, pois estava em luta com o Mundo Protestante, pois nas traduções da bíblia Protestante o termo no Versículo 5 - água e do Espírito Santo, mais o original traduzido pela Vulgata de São Jerônimo e o Versículo 5 - água e do Espírito.


O Concílio de Trento da Igreja Católica condenou a tradução Protestante do termo da bíblia água e do Espírito Santo e usa o termo da bíblia água e do Espírito. E o Mundo Protestante usa até hoje o termo da bíblia água e do Espírito Santo.


Todos os interesses mundanos dos homens em retalhar os sentidos dos ensinamentos do Nazareno através dos séculos, para se encaixar em algum dogma religioso, não conseguiram mudar o sentido original e simples sobre a Reencarnação, que era base de todas as religiões antigas.


3 - Jesus replicou-lhe: Em verdade, em verdade te digo: quem não nascer de novo não poderá ver o Reino de Deus. 4 - Nicodemos perguntou-lhe: Como pode um homem renascer, sendo velho? Porventura pode tornar a entrar no seio de sua mãe e nascer pela segunda vez? 5 - Respondeu Jesus: Em verdade, em verdade te digo: quem não renascer da água e do Espírito não poderá entrar no Reino de Deus. 6 - O que nasceu da carne é carne, e o que nasceu do Espírito é espírito. 7 - Não te maravilhes de que eu te tenha dito: Necessário vos é nascer de novo. 8 - O vento sopra onde quer; ouves-lhe o ruído, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai. Assim acontece com aquele que nasceu do Espírito. 9 - Replicou Nicodemos: Como se pode fazer isso? 10 - Disse Jesus: És doutor em Israel e ignoras estas coisas!...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.